Francisco Maia & Associados
   

Revitalizando o centro

Publicado em 11 de novembro de 2012 - Advogado/Engenheiro Francisco Maia Neto

Recentemente a imprensa nacional destacou uma iniciativa da cidade de São Paulo em transformar um velho edifício na área central em prédio de apartamentos, utilizando a técnica do “retrofit”, que consistiu na preservação da estrutura e da fachada, com alteração interna em todo o sistema hidráulico, elétrico, sanitário e de telefonia.

Essa é uma iniciativa louvável e Belo Horizonte experimentou um projeto piloto no ano de 2006, em um edifício comercial de 13 andares, que foi transformado internamente pela mesma técnica para abrigar um edifício residencial com 179 apartamentos.

Na esteira dessa pioneira experiência a Prefeitura Municipal se empenha em flexibilizar as regras legislativas, objetivando facilitar a readequação dos prédios comerciais para residências, cuja meta abrange 89 quadras do centro da cidade, onde foram identificados edifícios precariamente conservados ou até mesmo abandonados.

A vocação dos futuros empreendimentos indica uma tendência para apartamentos com um ou dois quartos, cujo público-alvo sãoos funcionários públicos ou privados e profissionais que trabalham na própria região central ou redondezas, com renda de até cinco salários mínimos.

No que se refere ao preço das futuras unidades nos edifícios transformados, espera-se que representem uma redução em torno de 40% em relação às unidades residenciais lançadas em bairros próximos à região central, além do que existe previsão de financiamento com recursos da Caixa Econômica Federal para esses empreendimentos.

Essa solução, de requalificar os prédios comerciais para ocupação residencial, resultou da conclusão de um estudo urbanístico encomendado pela Prefeitura da cidade para revitalização da região central, que acredita no interesse empresarial nesse tipo de iniciativa.

A ideia parte de um pressuposto simples, de que a manutenção do patrimônio depende da sua utilização constante, fixando os moradores na área, o que resultará em aumento da segurança e da qualidade de vida na região, sendo que a expectativa é de atrair mais de 20 mil moradores somente com a requalificação dos prédios comerciais.

Alguns chegam a duvidar do sucesso da iniciativa, especialmente em decorrência do barulho provocado pela movimentação diária de 1,5 milhão de pessoas e o tráfego de 400 mil veículos, entretanto, a essa realidade se contrapõem as vantagens decorrentes da redução das despesas com transporte e do tempo gasto em deslocamento, além da existência de uma gama de oferta de serviços e opções de lazer na região.

Além disso, essa iniciativa segue uma prática que já implementou ações revitalizadoras, como a retirada dos camelôs das ruas do centro para shoppings populares e instalação de câmeras de vídeo, além de seguir uma fórmula que se mostrou bem-sucedida em âmbito mundial, tendo como expoentes os exemplos de Buenos Aires e Barcelona, que adotaram políticas semelhantes e resgataram áreas degradadas como opção de fixação dos moradores e para o turismo.

 

Belo Horizonte
Rua Congonhas, 494 -Santo Antonio
CEP 30330-100 Telefone: (31)3281.4030
email: geral@precisaoconsultoria.com.br