Francisco Maia & Associados
   

A casa dos Jetsons

Publicado em 10 de julho de 2011 - Advogado/Engenheiro Francisco Maia Neto

Muitos dos leitores ainda se lembram de um desenho animado que fez sucesso junto aos meninos da “geração 60”, no qual a família Jetson vivia em um mundo em que o automóvel fora substituído por pequenos aeromodelos, as casas tinham formato de naves espaciais e seus habitantes usufruíam de todas as comodidades que somente a eletrônica poderia proporcionar, isso numa época em que sequer existia a televisão em cores.

As imagens faziam com que nossa imaginação voasse longe e, nesse universo, pontilhava um personagem inusitado, na figura de uma governanta eletrônica que gerenciava as tarefas diárias daquela família, um simpático robô que atendia pelo nome de Rose.

Em um mundo onde o avanço da eletrônica e da informática faz com que nada nos surpreenda, o que era fantasia está a um passo de se tornar realidade, ainda que não se personifique em um ser que se aproxime de um humano, mas de um computador capaz de organizar as tarefas diárias e realizar funções como atualização do Twitter, pesquisas na internet, ligações pelo Skype ou controle dos compromissos dos donos da casa.

A primeira experiência desse novo tipo de serviço no mercado imobiliário, denominado governanta virtual, estará disponível em um edifício residencial em construção na cidade de São Paulo, que foi batizado de “iApartment”, sendo o pioneiro de outros em fase de projeto ou lançamento nos quais impera esse conceito de automação.

Embora a automação predial não seja em si uma novidade, o que se observa é uma disseminação de seu uso, haja vista a entrada, no mercado comprador, de pessoas com idade na faixa dos quarenta anos, que possuem grande familiaridade com o mundo da tecnologia, aliada à queda do preço dos equipamentos, o que faz com que o conceito não esteja presente apenas nos apartamentos do segmento do padrão mais elevado.

Esse sistema é monitorado por meio de iPhones e iPads. Em um pequeno aparelho computadorizado, do tamanho de um conversor de TV, encontram-se centralizados os controles de iluminação, música, home theater e temperatura ambiente. Segundo especialistas, o próximo passo dessa evolução tecnológica é a integração dos eletrodomésticos ao sistema.

Os comandos podem ser enviados por meio de um controle remoto, pelo telefone celular, por um tablet e até mesmo pela internet, uma vez que os equipamentos já estão sendo produzidos com conexões que permitem esse gerenciamento, cuja comunicação é feita por sensores infravermelhos e pelas redes wireless.

Embora os níveis de automação apresentem crescimento, a tecnologia wireless (sem fio) já é uma realidade, pois os roteadores, aparelhos que recebem o sinal da internet e repassam aos computadores, apresentam preços acessíveis, o que já altera os cuidados a serem tomados no planejamento dos ambientes, para que a conexão não se perca em obstáculos espalhados pelo imóvel.

Esperamos que os benefícios trazidos pelas inovações possam melhorar a qualidade de vida dos adquirentes, e que essas comodidades em breve estejam acessíveis ao maior número de unidades, independente do padrão, o que se mostra possível, pois empresas do setor apontam que a automação de um imóvel teve o seu percentual reduzido de até 4% para algo em torno de 0,6% em dois anos.

 

 

Belo Horizonte
Rua Congonhas, 494 -Santo Antonio
CEP 30330-100 Telefone: (31)3281.4030
email: geral@precisaoconsultoria.com.br